Escolhas da semana: literatura juvenil

Estimados leitores,

Creio que já falei aqui que sou professora e, como trabalho com adolescentes, gosto muito de ler obras destinadas ao publico juvenil para estar um pouco por dentro do que o mercado oferece a eles. Por isso, as escolhas desta semana são livros para este público, e eu procurei inserir na minha lista obras cujas sinopses me apresentaram propostas interessantes, afinal não é minha intenção ler uma história só para conhecê-la, mas para curtir também.

Então, sem maiores chorumelas, vamos às escolhas de hoje. 😀

1. Corações de alcachofra, de Sita Brahmachari – Editora Galera Record.

Corações de Alcachofra

“Mira Levenson tem 12 anos e raros momentos de tédio. Mas não imaginava que seria obrigada a lidar com um sentimento totalmente novo e possivelmente o mais difícil de sua vida em meio a todo esse turbilhão: sua avó, Josie, uma excêntrica e animada pintora, está com câncer e pretende encarar a última fase da vida como sempre encarou tudo, de cabeça erguida e com bom humor. Enquanto tenta lidar com o que está por vir (com a ajuda de seu presente de aniversário, um diário), Mira vai descobrindo que não é a única com segredos e, aos poucos, compreende que, assim como um coração de alcachofra, nosso próprio coração sempre tenta proteger a parte mais preciosa.”

2. Uma história meio que engraçada, de Ned Vizzini – Editora Leya.

Uma História Meio Que Engraçada

“O que aconteceria se você descobrisse que a maior idealização da sua vida não era aquilo que você esperava? O adolescente Graig Gilner vai perceber que, até mesmo ao atingir um objetivo, nem sempre as coisas saem da forma como deveriam. Mas aprenderá também que, mesmo nas adversidades, é possível fazer novos amigos, se apaixonar e encontrar motivos para viver. Como muitos adolescentes determinados a vencer na vida, Craig Gilner acredita que asua entrada na Executive Pre-Professional High School de Manhattan é o passaporte para o seu futuro. Obstinado a ter uma vida de sucesso, Craig estuda dia e noite para gabaritar no exame de admissão, e consegue. A partir daí, o que deveria ser o dia mais importante da sua vida, acaba marcando o início de um sufocante pesadelo.”

3. Elena, a filha da princesa, de Marina Carvalho – Editora Galera Record.

Elena

“Elena é filha de Ana, princesa e herdeira da Krósvia. Quando descobre que a mãe enfrenta uma gravidez de risco, Elena precisa voltar às pressas para casa depois de uma temporada como voluntária em causas sociais na Nigéria. De volta ao lar, Elena encontra a monarquia abalada por um movimento separatista e uma antiga paixão que parecia adormecida: Luka, seu primo com fama e atitude de bad-boy-sangue-azul. A química entre os dois sempre foi evidente, desde o primeiro beijo roubado – dele em uma virginal Elena de 13 anos -, mas agora ela também é adulta e sabe muito bem o quer. E quem quer.”

4. Simon vs. a agenda Homo Sapiens, de Becky Albertalli – Editora Intrínseca.

Simon vs. a agenda Homo Sapiens

“Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.
Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.”

5. Duff, de Kody Keplinger – Editora Globo Alt.

Duff

“Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush – o cara bonito, rico e popular da escola – que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.”

A parte mais difícil desses posts é a ansiedade que bate para adquirir os livros. Ah, se eu fosse milionária! rsrsrs

Até a próxima!

Assinatura blog.fw

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: