Desafio literário: dois livros por mês – Janeiro

Leitores amados, saudações a todos!

Estou passando por aqui para registrar que a minha meta de dois livros lidos no mês de janeiro foi muito bem cumprida. Por estar de férias, consegui ler quatro livros e terminei o mês lendo o quinto. Foram eles:

1. 8 segundos, de Camila Moreira – Editora Suma.

8_SEGUNDOS_1420735293383739SK1420735293B.jpgPrimeira leitura de 2016. Hum… Deveria ter começado com uma super história, mas não. Não curto muito romances eróticos e me perguntei por que eu estava lendo este livro. Acredito que por ter sido indicado com muito carinho por uma pessoa que eu amo de montão. Então, deixei a resistência de lado e segui em frente.

Não foi tanto pelas cenas picantes, ou melhor, bem picantes, que a narrativa me frustrou. O enredo tem uma proposta até bacana, mas a história vai passando muito rápido, como se fosse tudo ao mesmo tempo agora. Sei lá… pode ser cisma minha, mas foi essa a impressão que eu tive ao ler o livro.

O encontro de Pietra e Lucas, dois jovens com personalidades muito fortes não foi tão agradável quando se viram pela primeira vez. Ela foi mandada para a Fazenda Girassol, que pertence à sua família, para passar um mês com a condição de que só assim o pai arcaria com sua mudança para Paris onde queria muito morar. Lucas, por sua vez, sempre viveu por ali, exceto pelos meses que morou no Texas, EUA, e tinha nele enraizado a cultura do lugar. Veterinário da Fazenda Girassol, não tinha como não esbarrar na patricinha Pietra, e outros encontros foram acontecendo. Farpas pra cá, fagulhas para lá, o romance rolou entre eles, mostrando orgulho e paixão em doses cavalares. Aposto, inclusive, que ninguém imagina como termina essa história. 😀

2. O Visconde que me amava, de Júlia Quinn – Editora Arqueiro.

O Visconde que me Amava

O Visconde que me amava, segundo livro da série Os Bridgertons, narra a história de amor entre Anthony, primogênito da família, e Kate Sheffield, jovem simples que vem de Somerset para a temporada de bailes em Londres. Ambos têm seus medos e inseguranças, cujo sentimento que surgirá entre os dois, depois de muitos desafetos manifestados um em relação ao outro, os ajudará a superá-los.

Anthony e Kate casam-se depois de serem pegos juntos em uma situação íntima um tanto quanto inusitada e cômica também. Preciso lembrar que, a princípio, ele tinha a intenção de cortejar Edwina, irmã de Kate por parte de pai, mas acabou identificando-se com a senhorita Sheffield devido à forte personalidade dela e de sua inteligência marcante. Casados, acabam descobrindo afinidades maiores que vão aproximando os dois ainda mais.

O restante da história não nos apresenta grandes surpresas, e o que fica dessa leitura é “ver” um homem orgulhoso e cheio de si render-se aos encantos de uma mulher tão forte quanto ele.

3. A mulher que roubou a minha vida, de Marian Keyes – Editora Bertrand Brasil

A mulher.fw

 

 

 

Dá um clique na capa do livro para ver comentários sobre o livro. stock-illustration-4115670-ok

 

 

 

4. Doce perdão, de Lori Nelson Spielman – Verus Editora.

Doce perdão

Como eu disse em um post passado, eu devorei Doce perdão. Eu achei a história bem contada, com um enredo interessante, uma protagonista triste e um fim com gosto de “conta mais um pouquinho”. Costumo ter alguns problemas com finais de histórias, sabe, e com esse romance não foi diferente.

Ele conta a história de Hannah Farr, uma apresentadora de televisão famosa na cidade de Nova Orleans, cujo programa tem o estilo do “The Oprah Winfrey Show”. Ela namora o prefeito da cidade,  Michael Payne, e tem como grande amiga a senhora Dorothy, mãe de seu ex-namorado. O conflito surge aí, quando Dorothy aconselha Hannah a fazer as pazes com a mãe que não vê há muitos anos, desde que seus pais se separaram. Para ajudar nesse processo, há as pedras do perdão, uma inciativa de uma colega de escola de Hannah, e é a partir dessa dinâmica que a trama vai se desenrolando. Entre mentiras, revelações e pedidos de perdão, Hannah conhece RJ em uma das viagens que faz em busca de sua mãe, e será dele que ela precisará do perdão que completará sua caminhada em busca da felicidade.

Agora vamos à meta de fevereiro, feliz e sorridente, porque ler é bom demais, sô! 😀

Um grande abraço!

Assinatura blog.fw

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: